Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Vila Cidadã e Feira oferecem atrações gratuitas para sociedade durante o Fórum

Notícias

Vila Cidadã e Feira oferecem atrações gratuitas para sociedade durante o Fórum

por ASCOM/ANA publicado: 17/03/2018 13h32 última modificação: 18/03/2018 00h26
Exibir carrossel de imagens Raylton Alves / Banco de Imagens ANA Ricardo Andrade, diretor da ANA, discursa na abertura da Vila Cidadã

Ricardo Andrade, diretor da ANA, discursa na abertura da Vila Cidadã

Neste sábado, 17 de março, tiveram início em Brasília as atividades do 8º Fórum Mundial da Água, maior evento sobre recursos hídricos do planeta. Durante esta manhã, um público formado por autoridades, professores, crianças e interessados na temática da água participou da inauguração das instalações da Vila Cidadã e da Feira, que estão montadas no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha. Estes espaços são abertos ao público e oferecem uma série de atividades para os visitantes, como: exposições interativas, mostra de filmes e debates sobre água. São esperados mais de 40 mil visitantes nos locais até o encerramento do Fórum, em 23 de março.

Estiveram na sessão de abertura da Vila Cidadã e da Feira o diretor executivo do 8 Fórum e diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), Ricardo Andrade; o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg; o presidente do Conselho Mundial da Água (WWC na sigla em inglês), Benedito Braga; o diretor presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal, Paulo Sales; o presidente do comitê do Fórum Cidadão e presidente da Rede Brasil de Organismos de Bacias Hidrográficas (REBOB), Lupercio Ziroldo; ; e a primeira-dama do Distrito Federal, Márcia Rollemberg.

Durante a solenidade de abertura, o diretor da ANA e diretor executivo do Fórum, Ricardo Andrade, convidou todas as pessoas interessadas na temática a comparecerem à Vila Cidadã. “A Vila está aberta ao cidadão durante seis dias de programação para compartilhar experiências, práticas e responsabilidades. Sejam todos bem-vindos a este espaço plural, interativo e educativo para todas as idades”, reforçou.

A Vila Cidadã foi concebida pela Comissão do Processo do Fórum Cidadão. A programação do espaço contém atividades culturais, formativas, sensoriais, interativas e de construção de diálogos a fim de promover soluções para os problemas que os cidadãos enfrentam no cotidiano. A Vila funcionará até 23 de março das 9h às 21h. O local somente estará fechado no dia 19, das 9h às 14h, durante a abertura oficial do Fórum.

Em sua  a Vila tem a instalação permanente da Galeria Green Nation, onde os visitantes têm um contato com a temática da água por meio de equipamentos tecnológicos, jogos, realidade virtual, educação ambiental, rodas de conversa, oficinas, culinária e música. Nesta parte do evento haverá as seguintes instalações: Estação Antártica, Submarino, Nave, Asa Delta, Florestas do Mar, Falta Água!, Plante Água, PET Vira PET e Sabores e Sentidos.

Dentro da Vila Cidadã, os visitantes podem conhecer mais sobre a capital federal no Espaço Brasília. Já no Espaço Criança Candanga, proposto pela primeira-dama do DF, os pequenos têm a oportunidade de aprender sobre a água brincando. Outra atração permanente será o Espaço de Imersão, onde os visitantes podem obter informações sobre a Vila. Também há o Mercado de Soluções. Nele os cidadãos de diversas partes do mundo apresentarão propostas e soluções baseadas em tecnologias socioambientais sobre água.

Todos os dias a Vila terá um espaço dedicado a apresentações artísticas, várias rodas de conversas com temas relacionados à água e espetáculos de dança: a Arena das Águas. Entre os temas a serem debatidos estão água e gênero, iniciativas que produzem água e comitês de bacias hidrográficas.

Do sábado até a sexta-feira acontecerão as Salas de Diálogo Água em Movimento, onde os visitantes poderão participar de capacitações e oficinas. Neste setor os vencedores do Prêmio ANA 2017 e do Prêmio Professores do Brasil compartilharão suas experiências. Ainda haverá o lançamento do livro Produtor de Água no Pipiripau e da Aliança pelo Descoberto.

Já no coreto da Praça Água na Boca haverá um palco para atividades espontâneas, abertas e criativas. Nesta parte da Vila os cidadãos poderão expressar seus entendimentos e sentimentos relacionados à água. Além disso, o espaço contará com uma programação prévia, que inclui meditação, contação de histórias, performances artísticas, oficinas, entre outras atividades.

Outra atração da Vila será o Cinema Cidadão, que terá uma grande mostra de longas e curtas metragens de vários países com uma programação para crianças e adultos. Ainda sobre a sétima arte, serão exibidos permanentemente os filmes selecionados por meio do festival de cinema A Voz dos Cidadãos na Alameda Olhos d'Água.

Green Nation

Em seu primeiro dia, um das atrações mais disputadas da Vila foi o Green Nation, onde os visitantes conheceram e interagiram com a Estação Antártica, Submarino, Nave, Asa Delta, Florestas do Mar, Falta Água!, Plante Água, PET Vira PET e Sabores e Sentidos. 

No Submarino, o público, por meio de um ambiente multimídia, imergia ao fundo do mar, tendo contato com as exuberantes fauna e flora marinhas, que sofrem com poluição, lixo e pescas predatórias. Na Asa Delta, um simulador em realidade virtual fez os visitantes “voarem” numa viagem emocionante a lugares no Brasil em que a água é protagonista no transporte, na alimentação, na geração de energia e muito mais. 

Os participantes também conheceram de perto como é a vida no frio extremo, por meio da instalação Estação Antártica, que reproduz o laboratório e a moradia dos cientistas no continente gelado. Em Sabores e Sentidos, os visitantes degustaram diferentes sucos e descobriram o segredo da embalagem dos ingredientes, que vai muito além da proteção ao alimento. Tudo isso de olhos vendados. 

Os caminhos da reciclagem e as oportunidades para o reaproveitamento do plástico estiveram também presentes na instalação PET Vira PET. A experiência mostrou a importância da reciclagem de um jeito descomplicado e a sua relação com a economia de água e a redução do lixo no planeta, a partir de uma máquina de reciclagem de PET.

Feira

Na Feira, também gratuita e localizada no estacionamento do Estádio Nacional Mané Garrincha, estarão presentes instituições interessadas em divulgar seus produtos, serviços e soluções para que empresas, consumidores, governos, sociedade e universidades realizem um uso sustentável da água e tenham disponível água com qualidade adequada. Em parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), a ANA terá um estande na Feira aberto das 9h às 21h e nele haverá atividades técnicas e socioculturais.  Saiba quem serão os expositores da Feira e da Expo.