Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Termo de cooperação em prol do rio Xingu

Termo de cooperação em prol do rio Xingu

por ASCOM/ANA publicado 07/03/2007 00h00, última modificação 14/03/2019 16h33
Desenvolver ações relacionadas com o monitoramento de recursos hídricos e capacitar as comunidades na bacia do rio Xingu, localizada no Mato Grosso e no Pará. Estes são alguns dos objetivos do termo de cooperação técnica entre a Agência Nacional de Águas – ANA e o Instituto Socioambiental – ISA, as
Desenvolver ações relacionadas com o monitoramento de recursos hídricos e capacitar as comunidades na bacia do rio Xingu, localizada no Mato Grosso e no Pará. Estes são alguns dos objetivos do termo de cooperação técnica entre a Agência Nacional de Águas – ANA e o Instituto Socioambiental – ISA, assinado pela duas instituições nesta terça-feira, 06/03, às 16h30, na sede da Agência, em Brasília.

Com o termo de cooperação técnica, que terá 5 anos de duração, a ANA e o ISA pretendem estabelecer mecanismos de articulação e de cooperação para encontrar soluções para os problemas relacionados aos recursos hídricos da bacia, com o foco na região que cerca o Parque Indígena do Xingu, no norte do Mato Grosso.

A capacitação das pessoas que vivem na região em temas voltados à água também é um dos objetivos do termo. Por isso, a ANA promoverá, em parceria com o ISA, cursos e treinamentos para que as populações locais possam ter uma maior noção do quanto é importante preservar os recursos hídricos do Xingu.

Campanha Y Ikatu Xingu

Um dos fatores que incentivou a ANA a atuar no Xingu junto com o ISA foi a campanha Y Ikatu Xingu – Salve a Água Boa do Xingu, desenvolvida pelo Instituto desde 2004. A ação surgiu em virtude da situação de degradação das nascentes e matas ciliares do rio Xingu.

A campanha Y Ikatu Xingu – que na língua Kamaiurá significa “Água Boa, Água Limpa do Xingu” – realiza ações para a proteção e recuperação das matas ciliares da bacia, mediante articulações com órgãos governamentais (ANA e Ministério do Meio Ambiente, por exemplo) e não-governamentais.

Bacia do rio Xingu

A bacia do rio Xingu abrange o Mato Grosso e o Pará. Dentro de seus 51,1 milhões de hectares (o dobro do Estado de São Paulo) está inserido o Parque Indígena do Xingu, onde vivem 14 povos indígenas. Eis alguns dos motivos que dão tamanha importância cultural e biológica à região. O rio que dá nome à bacia tem 2,7 mil quilômetros de extensão e desemboca no rio Amazonas.