Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Pesquisadores partem em busca da verdadeira nascente do Amazonas

Pesquisadores partem em busca da verdadeira nascente do Amazonas

por ASCOM/ANA publicado 29/05/2007 00h00, última modificação 14/03/2019 16h32
Novas medições poderiam confirmar que o rio é maior que o NiloCientistas brasileiros e peruanos estão na Cordilheira dos Andes, no Peru, desde o último dia 20, em busca de uma resposta definitiva sobre a localização da verdadeira nascente do Rio Amazonas. A deter
Novas medições poderiam confirmar que o rio é maior que o Nilo

Cientistas brasileiros e peruanos estão na Cordilheira dos Andes, no Peru, desde o último dia 20, em busca de uma resposta definitiva sobre a localização da verdadeira nascente do Rio Amazonas. A determinação exata desse local deve alterar a extensão oficial do rio (6.400 quilômetros) e pode torná-lo maior que o Nilo - com 6.600 quilômetros é considerado o maior rio em extensão.
      
Análise de imagens de satélite feitas por especialistas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) revelaram que o Amazonas se origina em um dos córregos que alimentam o Rio Lloqueta. Há controvérsia, no entanto, se a verdadeira origem seria o riacho Carruhasanta ou o Apacheta.
      
- Vamos medir a vazão dos dois córregos para saber qual é a maior - explicou o coordenador do projeto, Paulo Roberto Martini, geólogo do Inpe.
      
- O que tiver a maior vazão será considerado a verdadeira nascente.
      
Os resultados serão apresentados na quinta-feira em seminário internacional em Lima e passarão a fazer parte das publicações oficiais do país.
      
Especialistas da Agência Nacional de Águas e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também participam da expedição, organizada pelos documentaristas Paula Saldanha e Roberto Werneck.


Fonte: O Globo