Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Ministra Marina lança na ANA Portal de Meio Ambiente

Ministra Marina lança na ANA Portal de Meio Ambiente

por ASCOM/ANA publicado 08/06/2006 00h00, última modificação 14/03/2019 16h34
A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, participou, no auditório da ANA, em 08/06, do lançamento do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente – Sinima, um portal de serviços responsável pelo acesso e disseminação da informação ambiental. O lançamento teve participação do diretor-p
A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, participou, no auditório da ANA, em 08/06, do lançamento do Sistema Nacional de Informação sobre Meio Ambiente – Sinima, um portal de serviços responsável pelo acesso e disseminação da informação ambiental.
O lançamento teve participação do diretor-presidente da ANA, José Machado, do Secretário-Executivo do MMA, Cláudio Langone, do representante da CPRM Agamenon Dantas e da representante do PNUMA, Cristina Montenegro, além de autoridades estaduais, técnicos, organizações não-governamentais, secretarias estaduais de meio ambiente e usuários. O evento faz parte das comemorações da Semana do Meio Ambiente.
O diretor-presidente da ANA, José Machado, lembrou que as modernas tecnologias da informação tornaram-se estratégicas para a gestão ambiental do País. Durante o evento, vários acordos de parceria foram assinados com Estados e instituições com o objetivo de agregar mais dados e indicadores ao Portal.
“Estamos rompendo limites, buscando unir meio ambiente e desenvolvimento e espero que, com a ajuda desta tecnologia, a gente consiga fazer jus a outras comunidades sofisticadas de comunicação como a das formigas e a das abelhas” comparou a ministra Marina Silva ao encerrar a solenidade.
Um portal de serviços
Há três anos, o Sinima vem sendo construído a partir do software livre e organizado com o suporte da ferramenta I3Geo criada especificamente para o portal de serviços e licenciada ontem durante o lançamento. A idéia, segundo Volney Zanardi Júnior, um dos responsáveis pelo projeto, é um espaço de informações que funciona dentro de um novo paradigma e do conceito da interoperabilidade, ou seja, todos os sistemas que integram o portal são alimentados com armações em tempo real que circulam livremente.
Segundo Volney a ferramenta permitirá o acompanhamento e a difusão de dados sobre meio ambiente, políticas e projetos ambientais em qualquer um dos municípios integrados à rede. Assim, se o gestor busca informações sobre um município da bacia do São Francisco, por exemplo, ele terá acesso a vários outros dados que dizem respeito àquela região, como programas, indicadores, dados sobre a bacia hidrográfica etc.
A Agência Nacional de Águas integra o Conselho Gestor do SINIMA e fornece ao portal informações da Rede Hidrometeorológica. Estas informações, uma vez fornecidas ao SINIMA, são então compartilhadas com o BCDAM, Sistema de Bases Compartilhadas de Dados sobre a Amazônia, com o SISFRAN, Sistema de Informações do Rio São Francisco e com os demais sistemas que integram o SINIMA. Segundo Sérgio Barbosa da Superintendência de Gestão da Informação da ANA, os dados do SNIRH, Sistema Nacional de Informações sobre Recursos Hídricos, serão compartilhados com o SINIMA à medida em que estiverem disponíveis.
A representante do Fórum Brasileiro das ONGs e Movimentos Sociais,Fboms, Esther Neuhaus, cumprimentou a ministra Marina pelo lançamento do portal e lembrou que um dos princípios da declaração da Rio-92, é justamente o acesso e disseminação da informação ao público e às entidades sobre os dados ambientais.
O Comitê Gestor do SINIMA é composto por representantes do Ministério do Meio Ambiente - MMA, da Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente – ANAMMA -- da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente - ABEMA, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA, da Agência Nacional de Águas - ANA, do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro - JBRJ e do Fórum Brasileiro de Organizações Não-Governamentais e Movimentos Sociais-FBOMS.


Elza Pires de Campos - Assessoria de Imprensa