Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Diretor-presidente da ANA busca diálogo com governadores de três Estados do Sudeste

Diretor-presidente da ANA busca diálogo com governadores de três Estados do Sudeste

por ASCOM/ANA publicado 19/01/2007 00h00, última modificação 14/03/2019 16h33
Na última quarta-feira, o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas – ANA, José Machado, propôs ao governador fluminense, Sérgio Cabral, um encontro que também envolve os governadores paulista e mineiro para avaliar a política de recursos hídricos praticada na região e tomar decisões para imp
Na última quarta-feira, o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas – ANA, José Machado, propôs ao governador fluminense, Sérgio Cabral, um encontro que também envolve os governadores paulista e mineiro para avaliar a política de recursos hídricos praticada na região e tomar decisões para impulsioná-la. O convite foi feito durante a solenidade de entrega de 111 outorgas pela Fundação Superintendência Estadual de Rios e Lagos – Serla do Rio de Janeiro.

José Machado enfatizou que o Estado do Rio de Janeiro é o que mais sente a situação hídrica atual da região. Por isso, é natural que o governador fluminense assuma um protagonismo destacado na política regional de recursos hídricos. Em resposta ao discurso do diretor-presidente da ANA, Sérgio Cabral se dispôs a articular o encontro com José Machado, Aécio Neves e José Serra.

Outorgas regulamentam o Sistema Guandu

No evento da Serla, a Companhia Estadual de Água e Esgotos – Cedae do Rio de Janeiro recebeu 57 outorgas pelo uso de água. A maioria delas regulamenta a captação do Sistema Guandu, que existe há mais de 51 anos. O rio Guandu é o manancial responsável por grande parte do abastecimento do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense.

A primeira medida que a Cedae pretende colocar em prática é certificar o Sistema Guandu no ISO 9000 e no ISO 14000, que dizem respeito a qualidade e a meio ambiente

A ANA e o Rio de Janeiro

Em 2004 a ANA celebrou o convênio nº 8/2004, cujo tema era o fortalecimento institucional da Serla para implementação do Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos. A entrega das 111 outorgas pelo órgão, nesta semana, é reflexo do sucesso da parceria entre a Agência e o Estado do Rio de Janeiro.

A ANA e o Guandu

Em 7 de dezembro de 2006, ocorreu a aprovação – por unanimidade – do Plano de Recursos Hídricos das Bacias Hidrográficas dos Rios Guandu, da Guarda e Guandu-Mirim. Financiada pela ANA, a ação investirá R$ 1,5 bilhão em projetos de revitalização e recuperação dos recursos hídricos nos próximos 20 anos.