Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Agência promove Curso de Operação e Manutenção de Estações Hidrométricas Automáticas

Agência promove Curso de Operação e Manutenção de Estações Hidrométricas Automáticas

por ASCOM/ANA publicado 01/09/2006 00h00, última modificação 14/03/2019 16h34
A Agência Nacional de Águas – ANA e a Organização Meteorológica Mundial – OMM promovem o Curso de Operação e Manutenção de Estações Hidrométricas Automáticas, de 4 a 9 de setembro, em São Paulo.Com o objetivo de capacitar profissionais envolvidos na gestão de redes de monitoramento hidr
A Agência Nacional de Águas – ANA e a Organização Meteorológica Mundial – OMM promovem o Curso de Operação e Manutenção de Estações Hidrométricas Automáticas, de 4 a 9 de setembro, em São Paulo.

Com o objetivo de capacitar profissionais envolvidos na gestão de redes de monitoramento hidrometeorológico instaladas no Brasil, o curso contará com a presença de técnicos de entidades operadoras, de institutos nacionais e estaduais de pesquisa e de servidores da ANA.

O curso tem carga horária de 42 horas/aula e será realizado na sede da Fundação Centro Tecnológico de Hidráulica da Universidade de São Paulo – FCTH/USP.

A rede nacional

Idealizado a partir da Oficina Preparatória dos Cursos Itinerantes sobre Manutenção e Operação de Estações Hidrométricas Automáticas, realizada em 2005, no Chile, o curso surgiu da necessidade do controle operacional das estações telemétricas automáticas em âmbito nacional.

A ANA gerencia 302 estações automáticas (PCD’s) acopladas com sistema de transmissão de dados via satélite, disponibilizadas pelo projeto do Sistema de Vigilância da Amazônia – SIVAM e pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE.

As 180 estações ANA–SIVAM encontram-se instaladas na Região da Amazônia Legal monitorando rios de grande interesse estratégico. Já as 122 estações ANA–INPE monitoram outros importantes rios em grande parte do território brasileiro. Atualmente o Brasil conta com mais de 4 mil estações hidrometeorológicas.

Prevenção a eventos críticos

O monitoramento da rede telemétrica, além de outras providências, é uma ferramenta essencial na prevenção a possíveis eventos críticos – secas ou enchentes, que podem interferir, por exemplo, na navegabilidade dos rios brasileiros.

A intenção, com o curso, é fazer com que as estações funcionem de forma adequada durante todo o período de operação e, principalmente, durante a ocorrência dos eventos críticos, quando é fundamental a redução do tempo entre a coleta, a transmissão, a consolidação e a disponibilização das informações, permitindo uma rápida tomada de decisão.


Carol Braz - ASCOM/ANA