Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Adasa e Semarh apresentam plano de gerenciamento da água no DF

Adasa e Semarh apresentam plano de gerenciamento da água no DF

por ASCOM/ANA publicado 07/11/2006 00h00, última modificação 14/03/2019 16h33
A cobrança pelo uso da água no Distrito Federal, a ampliação do Parque Nacional de Brasília, além de estímulos para redução do consumo de água com irrigação são medidas a serem discutidas durante apresentação do Plano de Gerenciamento Integrado de Recursos Hídricos do Distrito Federal e Entorno (PG
A cobrança pelo uso da água no Distrito Federal, a ampliação do Parque Nacional de Brasília, além de estímulos para redução do consumo de água com irrigação são medidas a serem discutidas durante apresentação do Plano de Gerenciamento Integrado de Recursos Hídricos do Distrito Federal e Entorno (PGIRH). Marcado para a próxima quarta-feira (08), o seminário será realizado no Centro Cultural de Brasília (CCB) na Av. L2 Norte, Quadra 601, Módulo B (ao lado do Serpro).

O Plano vem sendo elaborado há três anos e está na fase final para se tornar o instrumento mais importante para o gerenciamento dos recursos hídricos. Isso significa cuidar da água para garantir o acesso a todos, com qualidade e na quantidade necessária para atender às necessidades da população.

Isso implica medidas para racionalizar o uso da água no DF, como algumas propostas no PGIRH: medidas para evitar poluição dos recursos hídricos criação de mapas de áreas de risco a contaminação das águas subterrâneas profundas, a determinação para que os cemitérios façam novas covas com estrutura de concreto impermeável e implantação de novos aterros sanitários.

Por isso, para a Adasa, é fundamental que o PGIRH seja elaborado com a participação da comunidade. Assim, nenhuma decisão será tomada sem que haja consulta a produtores rurais, industriais, comerciantes, moradores de condomínio e a comunidade em geral.

Fonte: ASCOM/ADASA